Como forma de ampliar a participação feminina em diversos setores, a Diageo oferece cursos específicos para as mulheres. A ideia é espalhar a diversidade em todos os espaços da fábrica

07:00 | 01/08/2018

Thaís Andrade, gerente de recursos humanos da Diageo no Ceará, defende a necessidade de mais treinamentos para a inserção de mulheres em novas áreas (Foto: Camila de Almeida)

 

Em um período durante o qual as empresas buscam trabalhar mais uma cultura organizacional focada na boa relação com os colaboradores, ações de incentivo à diversidade dos funcionários é uma das tendências de 2018 no mundo corporativo. Para tanto, atividades que busquem praticar a inclusão em diferentes níveis de atuação são importantes para gerar um ambiente de trabalho plural e com diferentes visões de mundo.
 
Na análise de João Torres, sócio da consultoria Mais Diversidade, a tendência veio para ficar. Para ele, as empresas vêm tratando o tema de forma cada vez mais aberta, criando até orçamentos específicos para a área. “É claro que as discussões por aqui [Brasil] ocorrem em um nível mais inicial que o observado nas multinacionais, sobretudo de origem norte-americana, aqui instaladas, mas elas não são insuficientes. Algumas empresas brasileiras estão conseguindo adquirir profundidade admirável no tema”, conta.
 
No Ceará, a Diageo, detentora da Ypióca, procura abordar a temática da diversidade em diferentes esferas do quadro de colaboradores. De acordo com Thaís Andrade, gerente de recursos humanos da empresa, há um ano foi criado um comitê voltado para a diversidade. Globalmente, a Diageo se tornou, em 2010, a primeira do setor de bebidas alcoólicas a assinar o compromisso com a ONU Mulheres para impulsionar o fortalecimento da liderança feminina no ambiente de trabalho.  Na diretoria da empresa no Brasil, 56% dos cargos é composto por mulheres.
 
“A liderança já tem isso como cultura enraizada. Quanto mais diverso é nosso time, melhor a gente vai trabalhar e melhor resultado teremos como negócio. Sem contar que o ambiente de trabalho é muito mais gostoso quando você trabalha com pessoas diferentes. Diversidade de pensamento, de formação, de visão de mundo, isso passa pelas questões de gênero e etnia”, esclarece Thaís.
  
Transição
Para as empresas que desejam dar os primeiros passos no rumo da ampliação da diversidade no quadro de funcionários, João Torres fala que é preciso gerar conscientização nos grupos. “Um trabalho de mudança cultural, sensibilização e engajamento torna-se definitivamente indispensável nos estágios iniciais da discussão. Daí serem muito bem-vindos treinamentos, sensibilizações, workshops, palestras, além de um plano de comunicação para a diversidade robusto e consolidado”.
 
Thaís Andrade explica que outra ação realizada foi a substituição do Dia das Mães e do Dia dos Pais pelo Dia da Família. A data se celebra na empresa duas vezes ao ano, no mesmo período em que ocorre as datas originais. “Se eu sou avó e crio meu filho, sou mãe e preciso ser valorizada. Se tenho dois pais ou duas mães que criam uma criança, valorizamos.” A gerente comenta também que o setor de recrutamento observa esse aspecto no cotidiano. “Não importa de onde você vem, importa a competência que você tem, experiências que você pode trazer e agregar para nós aqui. Tem sido muito surpreendente a resposta, no Brasil inteiro.” 
  
Oportunidade
Como forma de ampliar a participação feminina nos setores da Diageo, cursos específicos para o público foram realizados, como operação de empilhadeira e eletricidade. “Queremos, de fato, que as mulheres ocupem todos os espaços nas fábricas”. 
 
Uma das diretrizes da Diageo é que o colaborador possa transitar livremente entre setores, independentemente de sua formação, desde que possua expertise na área. Um dos casos ocorreu com Mariana Macoris, gerente de inovação da Ypióca. Sobre o período em que foi para o setor de planejamento de informações, Mariana relembra que liderou uma equipe masculina, mas que não sofreu resistência em momento algum. “Conseguimos um trabalho muito bom, com resultados acelerados em pouco tempo. Cada um tinha um perfil, idade, história, cultura diferentes. Era uma equipe diversa mesmo sendo composta por homens”, fala. A gerente também defende que a mudança no olhar para o outro auxilia a encontrar talentos e formas diferentes de contribuir para o negócio. Dessa forma, acredita, é possível acelerar resultados futuros.
Fonte – O Povo
2018-09-17T11:56:24+00:00

OFFICE FOR YOU

Entre em contato, venha conhecer nosso espaço!

Informações rápidas

Rua Vergueiro, 3307

Phone: (11) 4564.9600 / (11) 99939.1700

Web: OFFICE FOR YOU #O4U

ÚLTIMOS POSTS

0
Connecting
Please wait...
Envie-nos um e-mail

Nenhum atendente Online no momento.

Envie uma mensagem abaixo para contato@o4u.com.br

que entraremos em contato!

* Seu nome
* E-mail
* Assunto
* Descreva sua dúvida
* Celular
Entre!

Precisando de ajuda? Não perca tempo e mande uma mensagem!

* Seu nome
* E-mail
* Descreva sua dúvida
* Celular
Estamos Online!
Feedback

Ajude-nos com o seu feedback! Dúvidas, criticas ou sugestões aqui

Como você avalia o nosso suporte?
WhatsApp Mande uma mensagem!